" Criei um aparelho para unir a humanidade, não para destruí-la. " - Santos Dumont

" Um prisioneiro de guerra é um homem que tentou matá-lo, não conseguiu e agora implora para que você não o mate. " - Winston Churchill
" Não sei como será a terceira guerra mundial, mas sei como será a quarta: com pedras e paus - Albert Einstein
" O objetivo da guerra não é morrer pelo seu país, mas fazer o inimigo morrer pelo dele - George S. Patton. "
" Só os mortos conhecem o fim da guerra " - Platão
"Em tempos de paz, os filhos sepultam os pais; em tempo de guerra, os pais sepultam os filhos." - Herodes

domingo, 25 de janeiro de 2009

Mikoyan Gurevich MiG-29 Fulcrum

Tipo: Caça de superioridade aérea
Pais de origem: Russia
Fabricante: Mikoyan Gurevich
Primeiro voo: 6 Outubro de 1977
Inicio do serviço: Agosto de 1983
Status: Ainda em serviço
Primeiros usuarios: Força Aerea Russa, Força Aerea Ucrâniana, Força Aerea da Argélia e Força Aerea Indiana
Produção: de 1982 até hoje
Total produzido: em torno de 1,257
Custo unitário: US$ 11 milhões
Variantes: MIG-35

Tripulação: Um
Comprimento: 17.37 m
Envergadura: 11.4 m
Altura: 4.73 m
Area das asas: 38 m²
Peso vazio: 11,000 kg
Peso carregado: 16,800 kg
Peso maximo de decolagem: 21,000 kg
Motores: 2 turbinas Klimov RD-33 com pos combustão, 8,300 kgf cada
Velocidade maxima: 2,445 km/h
Alcance: 700 km
Alcance com uso de um tanque adicional: 2,100 km
Altitude maxima: 18,013 m
Razão de subida: inicial 330 m/s

O MiG-29 é um caça a jato projetado pela União Soviética para um papel de superioridade aerea. Seu projeta se iniciou nos anos 70 pela Mikoyan, entrou em serviço na força aérea soviética em 1983, e ainda em uso pela força aérea russa assim como em muitas outras nações. O nome dado pela OTAN é MiG-29 " Fulcrum", foi desenvolvido para se opor aos caças americanos F-16 e F-15.
O MiG-29B foi exportado extensamente nas versões conhecidas como MiG-29B e MiG-29B (para nações do pacto de Varsóvia e do pacto de não-Varsóvia, com menos avionicas e nenhuma capacidade para carregar armas nucleares. A produção total era aproximadamente 840 aviões.
Possui dois motores Klimov RD-33 , cada um com 50.0 kN e 81.3 KN com pos combustão. As entradas de ar auxiliar na fuselagem superior se fecham durante a decolagem e aterrissagem, impedindo a ingestão de detritos em terra, desse modo os motores recebem o ar através das grelhas na perte de cima da fuselagem, que são abertas automaticamente quando as entradas são fechados. O MiG-29B tem um sistema de disparo controlado pelo radar Phazotron RLPK-29 radar look-down/shoot-down de pulso Doppler e computador Ts100.02-02 digital. Pode seguir alvos em até 70 quilômetros de distância na sua frente e 35 quilômetros atrás, em alvos maiores esta distância pode dobrar, podendo acompanhar até dez alvos simultaneamente.
Os MiG-29s tiverem uma história operacional excelente na força aérea indiana que investiu pesadamente nos aviões, entretanto não tem uma boa reputação ao servir as forças aéreas do Iraque e da Iugoslávia. MiG-29s combateu na Guerra do Golfo em 1991 nas mãos de pilotos iraquianos. De acordo com a USAF, cinco MiG-29s foram derrubados por F-15s. Oito pilotos de MiG-29 fugiram para o Irã onde seus aviões são usados agora pela força aérea iraniana, que comprou agora MiG-29s. Um MiG-29UB cubano derrubou dois Cessna 337s pertencentes ao grupo de ajuda em 1996, depois que se aproximaram do espaço aéreo cubano. De acordo com alguns relatórios, em 1999 alguns MIG-29s foram derrubados por Su-27s Etíopes pilotado por mercenários da Russia, sendo perdidos mais dois MiG-21s etíopes e de três MiG-23s. Em 20 abril 2008, os oficiais da Georgia acusaram um MiG-29 russo de abater um UAV a Rússia nega, dizendo que nenhum avião seu voou nesse dia. MiG-29s russos executaram uma missão de apoio aéreo aproximado na invasão russa de regiões da Ossetia do sul no verão de 2008. Em 10 maio 2008, as tropas do Sudão, e força aérea sudanesa com perdeu um MiG-29 devido as metralhadoras pesadas de 12.7 milímetros e de 14.5 milímetros enquanto atacava um comboio de veículos rebeldes nos subúrbios de Khartoum de Omdurman.
De acordo com fontes indianas durante a guerra de Kargil, um par de MiG-29s do esquadrão de IAF 47 derrubaram com sucesso dois F-16s paquistaneses próximos ao espaço aéreo indiano. Os MiG-29s Iugoslavos combateram durante a guerra da antiga Iugoslávia, e foram usados para os ataques ao solo, diversos aviões Antonov An-2 usados pela Croacia foram destruídos em terra em 1991 por um MiG-29. Considerando que diversos aviões MiG-21 foram derrubados por forças Croatas, nenhum MiG-29s foi perdido durante a guerra. Um total de 6 MiG-29s foram perdidos sendo que, 4 MiG-29s foram derrubados por F-15C, 1 por um F-16CJ americanos e 1 por um F-16AM holandês.

Um comentário:

Adriano Alves disse...

O Mig-29 é um dos aviões de combate mais notáveis e, ao mesmo tempo, mais injustiçados da história.
Por ter se envolvido sempre dos lados perdedores dos conflitos que participou acabou recebendo a fama de perdedor.

É um caça incrível!

Gostaria de compartilhar um link de um artigo sobre o Mig-29 com imagens da miniatura do avião.
http://www.maquinasdecombate.com.br/2013/01/mig29-primeiro-dos-melhores-avioes-de-combate-sovieticos.html

Videos de aviões

Loading...