" Criei um aparelho para unir a humanidade, não para destruí-la. " - Santos Dumont

" Um prisioneiro de guerra é um homem que tentou matá-lo, não conseguiu e agora implora para que você não o mate. " - Winston Churchill
" Não sei como será a terceira guerra mundial, mas sei como será a quarta: com pedras e paus - Albert Einstein
" O objetivo da guerra não é morrer pelo seu país, mas fazer o inimigo morrer pelo dele - George S. Patton. "
" Só os mortos conhecem o fim da guerra " - Platão
"Em tempos de paz, os filhos sepultam os pais; em tempo de guerra, os pais sepultam os filhos." - Herodes

sábado, 31 de março de 2012

Mikoyan-Gurevich MiG-23 "Flogger"

Tipo: Caça interceptador e bombardeiro
Fabricante: Mikoyan-Gurevich
Primeiro voo: 10 de junho de 1967
Inicio do serviço: 1970
Status: ainda em serviço
Primeiros usuários: União Soviética, India e Coréia do Norte
Produção: 1967 a 1985
Total produzido: cerca de 5.047
Variante: Mikoyan MiG-27
Tripulação: 1
Comprimento: 16.70 m
Envergadura: 13.97 m
Altura: 4.82 m
Área das asas: 37.35 m² asas fechada, 34.16 m² abertas
Peso vazio: 9.595 kg
Peso carregado: 15.700 kg
Peso máximo de decolagem: 18.030 kg
Motor: 1 turbina Khatchaturov R-35-300 com 8.850 kg sem pós combustão e 13.018 kg com pós combustão
Velocidade máxima: 2.445 km/h
Alcance de combate: 1.150 km
Alcance máximo: 2.820 km
Altitude de serviço: 18.500 m
Razão de subida: 240 m/s 
Armamento: 1 canhão de 23 mm Gryazev-Shipunov GSh-23L com 200 cartuchos, com 6 pontos, 2 sob a fuselagem e 2 em cada asa, podendo transportar 3.000 kg de armamento, incluindo R-23/24 (AA-7 "Apex"), R-60 (AA-8 "Aphid"), R-27 (AA-10 "Alamo"), R-73 (AA-11 "Archer") e R-77 (AA-12 "Adder"). 

   O Mikoyan-Gurevich MiG-23 é um caça de geometria variável, projetado pela Mikoyan-Gurevich na antiga União Soviética. Considera-se à terceira geração soviética de caça, junto com o MiG-25 "Foxbat". Foi a primeira tentativa por parte da União Soviética de projetar um radar look-down/shoot-down e um dos primeiros a ser armado com mísseis além do alcance visual e o primeiro avião de combate em produção com entradas nas laterais da fuselagem. A produção começou em 1970 e atingiu um grande número com mais de 5.000 aeronaves produzidas. Hoje, o MiG-23 continua em serviço em vários clientes de exportação.
   O MiG-23 antecessor, do MiG-21 "Fishbed", mais rápido e ágil, porem mas limitado nas suas capacidades operacionais devido seu radar primitivo, de curto alcance e carga de armas limitada (restrita em algumas aeronaves a um par de misseis de curto alcance R-3/K-13 (AA-2 "Atoll"). O MiG-23 é um aparelho mais pesado, sendo projetado para suprir estas deficiências e capaz de combater aeronaves ocidentais como o F-4 Phantom. O novo caça era capaz de disparar misseis além do campo visual.
   O projeto inicial visava o desempenho do pouso, já que vários caças soviéticos necessitavam de pistas muito longas, combinados com seu alcance limitado, restrito a sua utilidade tática. Foi exigido uma aeronave com uma decolagem muito mais curta e ser mais manobrável que o MiG-21, criando assim o MIG-23 com asas de geometria variável.
   O F-111 da General Dynamics e o McDonnell Douglas F-4 Phantom II foram as principais influências ocidentais sobre o MiG-23. No entanto, os russos, queriam um caça mais leve e monomotor para maximizar a agilidade. Tanto o F-111 como o MiG-23 foram concebidos como caças, mas o grande peso e instabilidade do F-111 transformou-o num interceptador de longo alcance e o manteve fora do papel de caça. Já o MiG-23 manteve sua agilidade o suficiente para duelo com caças inimigos.
   O MiG-23 obteve atualizações capazes de evoluir em relação aos aviônicos e armamentos. As primeiras versões, eram equipadas com o sistema de controle de fogo do MIG-21. O motivo do MIG-23 não ter mais versões modernas, era o MiG-29, já que a Mikoyan, decidiu concentrar todos os seus esforços neste programa, parando os trabalhos no MiG-23. 
   O MiG-23 tinha a vantagem de ser muito barato no início de 1980, custando entre US$ 3,6 milhões e 6,6 milhões de dólares, dependendo do cliente, por outro lado, em 1980, o General Dynamics F-16 Fighting Falcon custava US$ 14 milhões e o Flogger do Oeste foi o israelense Kfir C2 que custava 4,5 milhões. Isto permitiu que os soviéticos a produzissem em massa o MiG-23, a fim de ganhar uma vantagem quantitativa sobre as forças aéreas da OTAN, especialmente desde que o mundo ocidental  recuou sob os efeitos da crise do petróleo de 1973.
   Os MIG-23 foram utilizados em vários conflitos durante décadas, entre elas a Guerra dos seis dias, Guerra Irã-Iraque, Guerra Civil de Angola, Guerra Soviética no Afeganistão, Líbia, Egito, Guerra do Golfo e Etiópia.
   Muitos potenciais inimigos da URSS tiveram a oportunidade de avaliar o desempenho do MiG-23. Na década de 1970, depois de um realinhamento político do governo egípcio, foi entregue caças MiG-23MS aos Estados Unidos e a China em troca de equipamentos militares. Um piloto holandês, que voou mais de 1.200 horas no F-16, voou contra o MiG-23, como parte da formação da OTAN de combate aéreo simulado com equipamento soviético. Ele concluiu que o MiG-23ML era superior ao F-16. Os israelenses testaram um MiG-23 levado a eles por um desertor da Síria, e descobriu que ele tinha uma melhor aceleração do que o F-16 e F/A-18. 
Além disso, um piloto cubano voou com um MiG-23 para os EUA em 1991, e um MIG-23 líbio também fugiu para a Grécia em 1981. Em ambos os casos, as aeronaves foram posteriormente repatriadas. Na Guerra do Vietnã caças F-5 capturados pelo norte vietnamitas foram enviados para a URSS para avaliação. Os russos reconheceram que o F-5 era uma aeronave muito ágil, e em algumas velocidades e altitudes melhor do que o MiG-23M, um dos principais motivos pelos quais houve o desenvolvimento do MiG-23MLD e do novo MiG-29.
Os primeiros relatos ocidentais afirmaram que a aeronave tinha capacidade de dogfighting fraca, mas análises posteriores mostraram que o MiG-23 era equivalente ao F-4, superado apenas pelos mais recentes caças como o F-15 e F-16. O MiG-23 é considerado um caça a jato de terceira geração. O manual de combate soviético indica que o MiG-23MLD tem uma leve superioridade sobre os F-4 e Kfir, mas não é páreo para o F- 15 e F-16 na maioria dos combates. 



Nenhum comentário:

Videos de aviões

Loading...