" Criei um aparelho para unir a humanidade, não para destruí-la. " - Santos Dumont

" Um prisioneiro de guerra é um homem que tentou matá-lo, não conseguiu e agora implora para que você não o mate. " - Winston Churchill
" Não sei como será a terceira guerra mundial, mas sei como será a quarta: com pedras e paus - Albert Einstein
" O objetivo da guerra não é morrer pelo seu país, mas fazer o inimigo morrer pelo dele - George S. Patton. "
" Só os mortos conhecem o fim da guerra " - Platão
"Em tempos de paz, os filhos sepultam os pais; em tempo de guerra, os pais sepultam os filhos." - Herodes

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Lockheed Martin/Boeing F-22 Raptor

Tipo: Caça invisivel e superioridade aérea
País de origem: Estados Unidos
Fabricante: Lockheed Martin e Boeing
Primeiro voo: 7 de setembro de 1997
Inicio de serviço: 15 de dezembro de 2005
Status: ainda em serviço e fora de produção
Primeiro usuário: Força Aérea Americana
Producão: de 1997 a 2011
Total produzido: cerca de 187
Custo do programa: US$ 66.7 bilhões
Custo unitário: US$ 150 milhões
Tripulação: 1
Comprimento: 18.90 m
Envergadura: 13.56 m
Altura: 5.08 m
Area das asas: 78.04 m²
Peso vazio: 19.700 kg
Peso carregado: 29.300 kg
Peso máximo de decolagem: 38.000 kg
Motores: 2 turbinas Pratt & Whitney F119-PW-100 com empuxo vetorial
Empuxo: 10.659 kg cada turbina
Empuxo com pós combustão: 15.875 kg cada turbina 
Capacidade de combustivel: 8.200 kg interno ou 11.900 kg com dois tanques externo
Velocidade máxima: 2.410 km/h
Velocdiade de super cruzeiro: 1.963 km/h
Alcance: 2.960 km com 2 tanques extras
Alcance de combate: 759 km
Altitude de serviço: 19.812 m
Armamento: 1 metralhadora de 20 mm M61A2 Vulcan de 6 canos com 480 cartuchos, podendo transportar misseis em varias configurações 6 misseis AIM-120 AMRAAM e 2 misseis AIM-9 Sidewinder ou 2 misseis AIM-120 AMRAAM e 2 misseis AIM-9 Sidewinder com 2 bombas JDAM de 450 kg ou 8 bombas GBU-39 de 110 kg, ainda possui quatro pontos sob as asas para transporte de armas ou tanques extras de combustivel com capacidade de 2272 litros.
Aviônicos: Radar com alcance de 463 km, detector de alvos com alcance entre 200 e 240 km e sistema de contramedidas com flares MJU-39/40 contra misseis de infravermelho.

   O Lockheed Martin / Boeing F-22 Raptor é o único caça de assento único, bimotor de quinta geração que utiliza a tecnologia stealth. Foi originalmente concebida como um caça de superioridade aérea, mas tem capacidades adicionais que incluem ataque ao solo, guerra eletrônica e de inteligência. A Lockheed Martin é a responsável pela maior parte da estrutura do avião, sistemas, armas e montagem final do F-22. O Programa tem como parceria a Boeingque fornece as asas, fuselagem traseira, a integração de aviônicos e sistemas de treinamento.
   A aeronave era designada F-22 e F/A-22 durante os anos antes de entrar no serviço na Força Aérea Americana em dezembro de 2005 como o F-22A. Apesar de um período de desenvolvimento prolongado e caro, a Força Aérea Americana considerou o F-22 como um componente crítico do poder aéreo americano e afirma que a aeronave é inigualável por qualquer caça conhecido ou previsto, enquanto a Lockheed Martin afirma que o combinação stealth, velocidade, agilidade, precisão e consciência situacional, combinado com uma capacidade ar-ar e ar-terra de combate, torna o Raptor caça do mundo hoje.
   Devido ao seu alto custo, a falta clara de missões aéreas de combate, atrasos no desenvolvimento de caças de quinta geração russo e chinês, a proibição dos EUA sobre as exportações do Raptor e ao desenvolvimento F-35 mais barato e versátil resultou no fim da produção de caças F-22. Em abril de 2009, o Departamento de Defesa dos EUA fez a proposta de novos pedidos, mas tal autorização não foi aceita pelo Congressso e o F-22 ficou fora de produção, o utlimo F-22 que saiu da linha de montagem em foi entregue em 13 de dezembro de 2011.
   A história do F-22 começou em 1981, quando a Força Aérea Americna fez um pedido de um novo caça de superioridade aérea para substituir o F-15 Eagle e o F-16 Fighting Falcon. Este foi influenciada pelas ameaças emergentes em todo o mundo, incluindo o desenvolvimento e proliferação da então União Soviética com seus caças Su-27 Flanker e MiG-29 Fulcrum estes levariam vantagem das novas tecnologias de combate, tais como, materiais compostos, liga leve, avançado controle de voo, sistemas de propulsão mais poderosos e tecnologia stealth. a solicitação de propostas foi emitida em julho de 1986, e duas equipes contratantes, a Lockheed / Boeing / General Dynamics e Northrop / McDonnell Douglas foram selecionadas em 31 de outubro de 1986 para empreender uma fase de demonstração de 50 meses, culminando no teste de voo de dois protótipos o YF-22 e o YF-23.
   Em 23 de Abril de 1991, o YF-22 foi anunciado como o vencedor da competição ATF. O YF-23 foi mais furtivo e mais rápido, mas o YF-22 foi mais ágil. A imprensa de aviação especulou que o YF-22 também seria adaptado como caça da Marinha Amercana, mas tal projeto foi abandonado em 1992. Em 1991, a Força Aérea Americana planeja comprar 650 aeronaves.
   Nenhuma exportação de F-22 foi feita, pois, está impedida por uma lei federal norte-americana. Os clientes atuais de caças americanos dos modelos F-15, F-16 e F/A-18E/F Super Hornet, estão esperando para adquirir o Lockheed Martin F-35 Lightning II, que contém a tecnologia do F-22, mas foi projetado para ser mais barato, mais flexível e disponível para exportação. O F-35 não vai ser tão ágil como o F-22 ou voar tão alto ou tão rápido, mas o seu radar e aviônicos será mais avançado. Em 27 de setembro de 2006, o Congresso manteve a proibição de vendas externas do F -22.
   A Força Aérea de Israel (IAF) especulou em 2009 que o F-22 poderia ser uma forte ferramenta diplomática para Israel, seria o reforço da capacidade para atacar as instalações nucleares iranianas. Tambem foi confirmado que o F-22 pode ser o único avião capaz de escapar do sistema de defesa aérea S-300 russo, já que a Rússia pretende vender o S-300 para o Irã. No entanto, a Lockheed Martin, declarou que a F-35 pode lidar com o S-300, além disso, a Rússia declarou apoio e votou a favor de sanções das Nações Unidas sobre as vendas do S-300 para o Irã.
   O F-22 tem três baias internas de armas no fundo e nas laterais da fuselagem. Pode levar seis mísseis de médio alcance na baía de centro e um míssil de curto alcance em cada um dos dois compartimentos laterais. Quatro dos mísseis de médio alcance pode ser substituído por uma bomba de tamanho médio ou quatro bombas de pequeno diâmetro. O transporte de mísseis e bombas internamente mantém sua capacidade stealth e mantém menor arrasto, resultando em velocidades máximas mais altas e intervalos mais longos de combate. O lançamento do míssel é feito com a abertura do porta bombas em menos de um segundo, enquanto os mísseis são empurrados para fora da estrutura por braços hidráulicos. Isso reduz a chance do Raptor de ser detectado pelo radar inimigo e também permite que o F-22 lance mísseis de longo alcance, mantendo velocidade de super cruzeiro. Em testes, um Raptor lançou uma bomba de 450 kg a 15.000 m, a Mach 1.5, atingindo um alvo em movimento a 39 km de distância.
   A furtividade do F-22 é devido a uma combinação de fatores, incluindo a forma geral da aeronave, o uso de material absorvente de radar, atenção aos detalhes, tais como dobradiças e capacetes piloto que poderia fornecer um retorno radar. No entanto, a seção transversal reduzida radar é uma das cinco facetas da redução da presença abordados no projeto do F-22. O F-22 foi projetado para disfarçar suas emissões de infravermelho. A aeronave foi projetada para ser menos visível a olho nu, emissões de calor, rádio e ruído são igualmente controlados.
   A assinatura radar do F-22 é a menor entre os caças de sua geração entre eles estão: o Sukhoi Su-30MKI com 20 m quadrados, o Dassault Rafale com 2 m quadrados, o Eurofighter Typhoon com 1 m quadrado, o Sukhoi Su-35BM tambem com 1 m quadrado, o Lockheed F-117 Nighthawk com 0,025 m quadrados e por ultimo o Lockheed Martin F-22 Raptor com 0,0001 m quadrados.
   O F-22 possui medidas destinadas a minimizar a sua detecção por infravermelhos, incluindo pintura especial e refrigeração ativa de bordos de ataque para lidar com o acúmulo de calor encontrado durante o voo.
FOTOS DO F-22 RAPTOR: Porta bombas aberto, Decolagem, Aterrissagem, Motor com empuxo vetorial, Tanques extras de combustivel, Lançamento de bomba, Lançamento de missel, Interceptação, Cockpit.

 

Nenhum comentário:

Videos de aviões

Loading...