" Criei um aparelho para unir a humanidade, não para destruí-la. " - Santos Dumont

" Um prisioneiro de guerra é um homem que tentou matá-lo, não conseguiu e agora implora para que você não o mate. " - Winston Churchill
" Não sei como será a terceira guerra mundial, mas sei como será a quarta: com pedras e paus - Albert Einstein
" O objetivo da guerra não é morrer pelo seu país, mas fazer o inimigo morrer pelo dele - George S. Patton. "
" Só os mortos conhecem o fim da guerra " - Platão
"Em tempos de paz, os filhos sepultam os pais; em tempo de guerra, os pais sepultam os filhos." - Herodes

domingo, 16 de janeiro de 2011

AGM-65 Maverick

Tipo: Missel ar-superficie guiado
País de origem: Estados Unidos
Status: de 1972 até hoje
Fabricante: Hughes Aircraft Corporation & Raytheon Corporation
Custo unitário: cerca de US$ 160.000
Peso: de 211 kg a 300 kg
Comprimento: 2.49 m
Diâmetro: 3.0 m
Ogiva: 57 kg modelo WDU-20/B, 136 kg modelo WDU-24/B de penetração e fragmentação e no modelo FMU-135/B com detonador de impacto
Motor: motor de foguete de propulção contínua
Envergadura: 7.10 m
Alcance operacional: cerca de 28 km
Velocidade: 1.200 Km/h
Sistema de guiagem: eletro óptico no modelos A, B, H, J e K, imagem infravermelha modelos D, F e G e guiados por laser no modelo E.


O AGM-65 Maverick é um míssil tático lançado de um avião contra o solo, em missões de apoio aéreo. É eficaz contra alvos táticos, incluindo blindagem, defesas aéreas, navios, transportes em terra e instalações militares. O AGM-65F usado pela Marinha possui um sistema de orientação infravermelha, com uma ogiva penetrante de 140 kg para atingir e afundar navios, com uma câmara de televisão infravermelha que permite ao piloto travar e seguir seu alvo, através das nuvens até atingi-lo. O AGM-65 tem dois tipos de ogivas, uma de contato no nariz e outra com uma ogiva pesada, capaz de penetrar o alvo com sua energia cinética antes de detonar, em ambos o sistema de propulsão é um motor foguete com combustível sólido, atrás da ogiva. O míssil é incapaz de travar em alvos, é necessario que o piloto ou o oficial de armas faça tal procedimento. Em um A-10, por exemplo, a alimentação da imagem de video do missel é retransmitida para uma tela na cabine do piloto, onde é feito a verificação do alvo, antes do lançamento, uma vez lançado o míssel não necessita de nenhum auxílio e segue seu alvo automaticamente.
Os mísseis AGM-65 foram empregados por caças F-16 Fight Falcon e A-10 Thunderbolt II durante a Operação Tempestade do Deserto em 1991 para atacar alvos blindados. Os Mavericks destruiram uma parte importante da força militar Iraqeuiana. Várias aeronaves utilizam o AGM-65 entre eles o A-4 Skyhawk, A-6 Intruder, A-7 Corsair II, A-10 Thunderbolt II, AV-8 Harrier II, F-4 Phantom II, Soko/Lola Utva G-4M Super Galeb, Northrop F-5, F-15E Strike Eagle, F-16 Fighting Falcon, F/A-18 Super Hornet, F/A-18 Hornet, General Dynamics F-111, P-3 Orion e o SH-2G.
Fotos do Maverick: Instalação, Transporte, Lançamento, Impacto, Lançamento de helicoptero, Lançamento de avião, Lançamento de caça.

Nenhum comentário:

Videos de aviões

Loading...