" Criei um aparelho para unir a humanidade, não para destruí-la. " - Santos Dumont

" Um prisioneiro de guerra é um homem que tentou matá-lo, não conseguiu e agora implora para que você não o mate. " - Winston Churchill
" Não sei como será a terceira guerra mundial, mas sei como será a quarta: com pedras e paus - Albert Einstein
" O objetivo da guerra não é morrer pelo seu país, mas fazer o inimigo morrer pelo dele - George S. Patton. "
" Só os mortos conhecem o fim da guerra " - Platão
"Em tempos de paz, os filhos sepultam os pais; em tempo de guerra, os pais sepultam os filhos." - Herodes

domingo, 1 de março de 2009

Lançador de Foguetes Katiusha

Tipo: Lançador multipo de foguetes
País de origem: Russia
Desenvolvido em: 1939
Calibre: 107mm a 120mm
Alcance: 8 km a 30 km
Orientação: nenhuma
Em serviço: Até hoje em versões modernizadas
Utilizado por: Russia, Hezbollah, Afeganistão
Variantes produzidas: BM-13, BM-8, BM-31, BM-14, BM-21, BM-24, BM-25, BM-27, BM-30

O Lançador de foguetes múltiplos Katyusha é um tipo de artilharia construído pela então União Soviética na segunda guerra mundial. Comparado a outros lançadores de foguetes múltiplos, disparam uma quantidade devastadora de explosivos em uma área rapidamente, mas com pouca exatidão e um tempo mais longo para recarregar. São frágeis comparados a outros foguetes, mas são mais baratos e fáceis de produzir. São montados geralmente em caminhões. Esta mobilidade deu ao Katyusha uma outra vantagem: pode disparar uma grande quantidade de foguetes e rapidamente se deslocar.
O Katyusha está em uso desde a segunda guerra mundial. Os russos tiveram sucesso com os lançadores de foguete BM-27 contra os russas chechenos. Durante a guerra fria, a União Soviética colocou diversos modelos de Katyushas. Os avanços em munições criaram vários tipos de ogivas para os Katyushas entre eles: lançamentos múltiplos, incluindo submunições, minas terrestres e ogivas químicas. Na história recente, foram usados pelas forças russas durante a primeira e a segunda guerra chechena e por forças de Arménia e a durante guerra Nagorno-Karabakh. As forças Georgianas relatadam o uso dos fogutes BM-21 guerra da Ossetia do Sul em 2008. Foi exportado para Afeganistão, Angola, Checoslováquia, Egito, Alemanha Oriental, Hungria, Irã, Iraque, Coreia do Norte, Pôlonia, Siria, e Vietnã. Foram construídos na Checoslováquia, China, Coreia do Norte e Irã. Usado em combate na Guerra da Coreia, pela China contra tropas da ONU, Israel capturou lançadores BM-24 durante a Guerra de seis dias (1967), usou-o em dois batalhões durante a Guerra do Yom Kippur (1973) e na guerra do Líbano em 1982. Durante a guerra do Líbano em 2006, o Hezbollah disparou entre 3.970 e 4.228 foguetes, já o Hamas lançou foguetes Katyusha de 122 milímetros contra a faixa de Gaza e diversas cidades em Israel, embora não fossem relatados o uso de caminhões para o lançamento, relatou-se o uso de suportes no chão para os lançamentos, em março de 2008 foram disparados fpguetes Katyusha na zona verde no Iraque. O último cenário que foi usado os foguetes Katiusha foi na faixa de Gaza pelo Hamas contra Israel que respondeu com força total destruindo grande parte da força militar do Hamas e suas instalções. O uso dos foguetes foram próximos da fronteira com Israel devido ao baixo alcance que é de 8 a 30 km, dispados desde florestas, quintais das casas, no alto de prédios em qualquer espaço é suficiente para o disparo dos foguetes a partir de trilhos colocados no chão.
Katiusha FOTO 1,FOTO 2,FOTO 3,FOTO 4

Nenhum comentário:

Videos de aviões

Loading...