" Criei um aparelho para unir a humanidade, não para destruí-la. " - Santos Dumont

" Um prisioneiro de guerra é um homem que tentou matá-lo, não conseguiu e agora implora para que você não o mate. " - Winston Churchill
" Não sei como será a terceira guerra mundial, mas sei como será a quarta: com pedras e paus - Albert Einstein
" O objetivo da guerra não é morrer pelo seu país, mas fazer o inimigo morrer pelo dele - George S. Patton. "
" Só os mortos conhecem o fim da guerra " - Platão
"Em tempos de paz, os filhos sepultam os pais; em tempo de guerra, os pais sepultam os filhos." - Herodes

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Yakovlev Yak-141 " Freestyle " VTOL


Tipo: Caça de decolagem vertical
Fabricante: Yakovlev
Primeiro voo: 9 de março de 1987
Status: cancelado em agosto de 1991
Primeiro usuário: Marinha Soviética
Tripulação: 1
Comprimento: 18.36 m 
Envergadura: 10.10 m 
Altura: 5.00 m
Area das asas: 31.7 m² 
Peso vazio: 11.650 kg
Peso máximo de decolagem: 19.500 kg
Motor principal: 1 turbina MNPK Soyuz R-79 V-300
Motor de decolagem vertical: 2 turbinas RKBM RD-41 turbojets com 4.218 kg de empuxo cada
Empuxo sem pós combustão: 10.614 kg
Empuxo com pós combustão: 15.500 kg
Velocidade máxima: 1.800 km/h
Alcance: 2.100 km
Alcance máximo: 3.000 km
Altitude de serviço: 15.500 m
Razão de subida: 1.500 m/min
Armamanto: 1 canhão de 30 mm GSh-3 com 120 cartuchos, possui quatro pontos de instalação de armamentos sob as asas e um ponto sob a fuselagem podendo carregar 2.600 kg entre bombas e misseis dos tipos: R-73 Archer, R-77 Adder ou R-27 Alamo.
 
O Yakovlev Yak-141 com o codinome da OTAN "Freestyle", também conhecido como o Yak-41, é um supersônico de decolagem e pouso vertical, desenhado pela Yakovlev, mas não entrou em produção. Yakovlev sempre acreditou que o Yak-38 seria uma aeronave completa, desenvolvido para ganhar experiência em projeto e desenvolvimento de aeronaves VTOL. O resultado foi um contrato de projeto oferecido a Yakovlev, em 1975, sem qualquer concorrência, e exigia apenas uma aeronave com uma única missão: a defesa aérea da frota. No final os militares designaram a aeronave como  Yak-41. Mais de 50 projetos foram estudados. Um dos principais problemas foi projetar uma aeronave com tanto impulso vetorial e um pós-combustor, o que foi essencial para sustentar  velocidades supersônicas. Um projeto bimotor foi considerado, mas abandonado já que a perda de um motor resultaria em guinada imediata para o lado. Foi decidido que o melhor modo seria um bico de vetorização único localizado logo atrás do centro de gravidade, bem como jatos para impulso vertical posicionados logo atrás do cockpit, semelhante ao que mais tarde seria utilizado no F-22 Raptor. Tal bico provou ser adequado para as mudanças na configuração necessárias para tanto vetoração, impulso e voo supersônico, permitindo uma cauda fina e superficial.
Partes que estavam submetidas a um calor excessivo dos motores durante a aterrissagem foram fabricadas de titânio e cerca de 26% da aeronave foi fabricada de grafite ou material composto. Por causa do acúmulo de calor, pairar ficou restrito a apenas 2 minutos e meio. A cabine era pressurizada, com ar-condicionado e blindada, sua abertura é para o lado direito, mas por causa de uma espinha dorsal longa não tinha visão traseira. A ajeção do assento era automatica, logo que a aeronave atingisse 30° de inclinação e menos de 300 km / h. A instrumentação dos protótipos era simples e semelhante ao Yak 36M. A versão de produção seria equipada com uma aviônica extensas e grande suite de armas, incluindo radar doppler, mira a laser e TV, HUD multifunções, que teriam conexão com um sistema de mísseis montado no capacete igual ao do Mikoyan MiG-29, este sistema permite que o piloto trave em um avião inimigo girando sua cabeça. O trem de pouso era triciclo e equipado com sistema de freios multi-disco e anti-derrapantes. A roda do nariz era recolhida para trás, enquanto os outros dois eram recolhidos para frente.O motor R-79V-300, tem um empuxo de 14.000 kg, o bico traseiro pode girar de 0° a 95° para o pouso vertical e voo pairado. Os dois motores de elevação RD-41 são feitos principalmente de titânio. Cada um tem um impulso de 4.100 kg. Os motores foram instalados atrás do cockpit em um ângulo de 85°, o escape dos gases são lançados através de uma abertura na barriga coberto por duas portas ventrais.
Quando houve o anuncio do termino do  desenvolvimento do Yak-41M por problemas financeiros, a Yakovlev entrou imediatamente em discussões com vários parceiros estrangeiros que poderiam ajudar a financiar o programa ( outro objetivo que eles tambem estavam perseguindo era o finannciamento para o desenvolvimento da aeronave de treinamento Yak-130, que acabou sendo desenvolvido em parceria com Aermacchi da Itália). A Lockheed Martin, que estava no processo de desenvolvimento do X-35 para o programa americano, rapidamente se adiantou e o Yak-41M foi exibido no Airshow de Farnborough, em Setembro de 1992. A Yakovlev anunciaou que tinham chegado a um acordo com a Lockheed-Martin para fundos de 385 a 400 milhões de doláres para três novos protótipos e uma aeronave de teste estático adicional para testar melhorias no design e aviônicos. Alterações previstas para a proposta Yak-41M incluía um aumento de peso de 21.500 kg. Um dos protótipos teria um sistema de duplo controle. Sendo exibidos na Moscou Airshow em 1993. A parceria teve início no final de 1991, embora não foi publicamente revelado pela Yakovlev até 6 de Setembro de 1992, e não foi revelado pela Lockheed-Martin, até Junho de 1994.
 


 


Videos de aviões

Loading...